Autores do Viva Fortaleza: Natércia Pontes e Gentil Barreira

Natércia Pontes (palavras) e Gentil Barreira (imagens) assinam o capítulo Fortaleza Anoitece. Um devaneio sobre as memórias de noite e as noites da memória, observando o crepúsculo como uma paisagem mutante da cidade.

 

“A brisa bate constante e meus cabelos grossos, endurecidos pelo mar, salgam meus lábios em pequenas ricocheteadas. Eu era uma criança serelepe, de olhos vivos, sestrosa. Às vezes também introspectiva, como qualquer menino ou menina. E não tinha muita consciência da destruição. A vida parecia sempre a mesma, perene. (Vento assobiando nas esquadrias.) Ainda não havia me dado conta, tido uma consciência mais sólida, de que as coisas uma hora acabam e se transformam em outras. E isso é bom”.

 

“O tempo passa, Fortaleza amanhece e anoitece, minhas pernas esticam e agora estou no antigo Búfalo Bill, mastigando com furor uma picanha sanguinolenta, mas de olho na mousse de chocolate que virá: a melhor mousse do mundo. Na volta para casa, meu pai alto declama: Sobrinhos do Capitão! — aquela sorveteria que já era. Como também já era a sorveteria do Cinquenta Sabores, na Beira Mar e o próprio Búfalo Bill. Tantas histórias, tantas estruturas, implodidas sem dó nem piedade. (Acho que isso é uma espécie de bênção. Esse desapego com o que passou. Passou, morreu, escafedeu-se. Acho que nós fortalezenses, estamos todos olhando para frente, e se não estamos é por causa do sol.)”

 

Natércia Pontes (1980)
Natércia Pontes é cearense e tem 31 anos. É autora de Az Mulerez (edição do autor) e organizadora de Semana (Ed. Hedra). Publicou contos nos jornais Folha de S.Paulo, O Globo, O Povo, Diário do Nordeste. Escreveu para as revistas Piauí, Aldeota, Ocas, O Casulo, Cronópios, Caos Portátil, Sítio (Portugal) e outras. Desde 2001 edita o blog natercia.blogspot.com.

Gentil Barreira (1953)
Autodidata, iniciou as primeiras experiências com fotografia aos onze anos, montando um pequeno laboratório de revelação. Frequentou os cursos de Arquitetura e Urbanismo em São Paulo e Comunicação Social em Fortaleza, sem concluir. A influência dos conhecimentos nessas duas áreas marcou seu trabalho e suas pesquisas na fotografia. Atua no mercado de publicidade, moda, retratos e arquitetura, e desenvolve paralelamente trabalho autoral com foco na pesquisa documental e em estudos de luz e movimento. Realizou diversas exposições individuais e participou de importantes coletivas no Brasil e no exterior. Sua obra, diversas vezes premiada, está presente em acervos de instituições culturais e representada em livros, catálogos, revistas e sites.

Anúncios

Tudo pronto pra hoje à noite?

Hoje, às 19:30h, no Memorial da Cultura Cearense do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, acontece a abertura da exposição e lançamento do livro “Viva Fortaleza 1950-2010”.

Dispomos aqui impressões e sentimentos sobre uma Fortaleza que vimos crescer. Expomos ideias para refletir sobre nossa própria história nesse palco de tempos, gestos e afetos. Mais que encontrar caminhos, propomos, qual flâneur, transitar em ruas e avenidas, esquinas e praças, recuperar a memória de dias passados: um convite a perder-se entre o vivido e o esperado. De fragmentos do livro homônimo, a exposição Viva Fortaleza nos remete a uma espécie de álbum de lembranças de um lugar que escolhemos viver, reveladas em pactos secretos entre nós e a cidade.

Confira algumas imagens inéditas da exposição.

Fortaleza antes e depois

Pense em Fortaleza como você a conhecia em 2006. Agora imagine as diferenças entre as construções daquela época e de hoje. Fortaleza é uma cidade em constante transformação. São novas ruas, novos prédios, novas formas e paisagens. Seus moradores, parte do organismo vivo da metrópole, mudam junto com a arquitetura, sem perceber a magnitude das transformações estruturais de onde vivem.

Viva a Fortaleza viva

Terra da Luz Editorial lança Viva Fortaleza, livro que mostra a capital cearense da década de 1950 a 2010.

Fortaleza é uma cidade viva, que passa por transformações diárias, a céu aberto. São novas ruas, novos prédios, novas formas e paisagens. Acompanhando de perto cada mudança, a população também se mostra renovada, com outros costumes, gostos, valores e novas maneiras de ver e viver a cidade.

Em 2006 a Terra da Luz Editorial iniciou o projeto Memórias da Cidade, lançando o livro Ah, Fortaleza!, no qual apresentou a capital cearense de 1880 a 1950. Agora, em 2011, traz um novo registro de memórias. No dia 06 de dezembro lança Viva Fortaleza 1950-2010, revelando em imagens e textos a passagem dos anos de uma cidade que cresce a passos largos. O lançamento será às 19h30 no Memorial da Cultural Cearense, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Na ocasião será aberta a exposição homônima, com projeções e reproduções de fotografias do livro, ambientes e objetos (parte deles enviados pela população) que recriam o cotidiano em Fortaleza.

A nova obra tem fotografias atuais e textos de autores que conhecem bem o cotidiano de Fortaleza. Palavras e imagens dialogam entre si num encontro de linguagens, revelando as referências pessoais e as interpretações de seus autores sobre a cidade. Os textos são assinados por escritores, jornalistas e outros pensadores e remetem a aspectos históricos, culturais, sociais, arquitetônicos e afetivos. Entre eles, Paulo Linhares, Angela Gutierrez, Fausto Nilo, Lira Neto, Natércia Pontes e Demitri Túlio, juntando-se aos olhares de Gentil Barreira, Silas de Paula, Chico Gadelha, entre outros.

E, aliado as visões dos autores, temos a Fortaleza dos álbuns de fotografia e baús de recordações. Em um resgate da cidade entre as décadas de 1950 e 90, a editora recebeu fotografias e cartões-postais de fortalezenses, que abriram os acervos pessoais e sua própria história iconográfica da cidade. Esse registro é enriquecido com imagens de objetos que marcaram época, entre os quais, álbuns de família, eletrodomésticos, peças decorativas e artigos de vestuário.

O projeto Viva Fortaleza 1950-2010 é uma realização do Ministério da Cultura por meio da Terra da Luz Editorial, com patrocínio da Oi, Companhia Energética do Ceará (Coelce) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB); e apoio cultural do Instituto Oi Futuro, Expresso Guanabara, Newland Veículos, SP Combustíveis e Sobral & Palácio Petróleo.

Serviço
Lançamento do livro Viva Fortaleza – Dia 06 de dezembro, às 19:30h, no Memorial da Cultura Cearense do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema).
Na ocasião será aberta a exposição homônima, com projeções e reproduções de fotografias do livro, ambientes e objetos (parte deles enviados pela população) que recriam o cotidiano em Fortaleza.
Info: (85) 3261.0525, 8814.4393
www.terradaluzeditorial.com.br.